Aula 2 – Pós-graduação

13abr11

Segunda aula

Lá vamos nós para a resenha do segundo dia de aula da disciplina Componentes de Software e Aplicações Web — Modelo de 2 e 3 Camadas na pós-graduação em Componentes Distribuídos Web da faculdade Ruy Barbosa. Hoje o assunto foi mais técnico, chegando ao nível de codificação. Quer saber como foi?

Começamos a noite fazendo uma releitura da dinâmica Estaca Zero, conforme planejamos no dia anterior. Discutimos as possíveis soluções para o problema-desafio. Imaginamos componentes, camadas de apresentação, reuso de código, modularização, distribuição… enfim, aplicamos os conceitos que aprendemos sobre arquitetura em camadas.

Na seqüência vimos o conceito de build automatizado de aplicações e componentes, analizando aspectos importantes como: estrutura, empacotamento, gerenciamento de dependências, versionamento e publicação.

Partimos para a prática por meio de demonstração. Usando o Eclipse, iniciei a implementação de uma aplicação em 3 camadas com build automatizado com Maven. Os assuntos teóricos ganharam a forma de código-fonte. Todo código produzido está disponível publicamente no Google Code, no seguinte repositório: http://zyc.googlecode.com/svn/aula/posruy/camadas/demo/core/

Terminada a demonstração, partimos para a definição dos detalhes da avaliação. Ficou combinado que a turma se reunirá em equipes com 4 integrantes para implementar uma aplicação ou elaborar um artigo. Nada de formalidades, o que importa aqui é o aprendizado. Adicionalmente, todas as equipes devem fazer uma apresentação de 15 minutos, mostrando o produto do trabalho.

Nada de encontro presencial, vamos fazer diferente. Todas as equipes deverão postar um vídeo no YouTube com a apresentação. Todo material produzido deve ser disponibilizado publicamente. As equipes devem ensinar no vídeo como acessar o material, seja ele código-fonte ou artigo, para que possa ser avaliado. Sugiro que os artigos sejam escritos em blog. As equipes que optarem por implementar, sugiro o uso do Google Code como repositório público do código-fonte.

Prazo para publicação

Os vídeos devem estar disponíveis no YouTube até às 18h30 do dia 02/05. Todos os trabalhos serão avaliados conforme os critérios estabelecidos no seguinte material:

Por fim, fizemos a retrospectiva diária.

Retrospectiva

Os pontos de melhoria identificados foram os seguintes:

  • Poderia ter aprofundado em outras tecnologias
  • Evitar linguagem muito técnica

E os pontos fortes foram estes:

  • Apresentação prática da arquitetura em camadas
  • Muitas novidades tecnológicas

Como é possível observar, a quantidade de notas da retrospectiva de hoje foi muito menor do que a do primeiro dia. Amanhã terá Coding Dojo, é bem provável que a retrospectiva esquente novamente. Será? Confira a terceira noite de aula!

Anúncios


16 Responses to “Aula 2 – Pós-graduação”

  1. 1 Douglas Lemos

    Bom dia Cleverson,
    O que você acha em deixar um tempo reservado na sexta (15/04) para montar as equipes e os temas dos trabalhos?
    Com base nos assuntos abordados na aula, poderiamos definir novos temas ou discutir os temas propostos. Outra sugestão é montar as equipes por tecnologia.

  2. 3 Fabio Elisio

    Poxa professor não deu para ficar para a retrospectiva mais eu deixei o meu comentário la, mais hoje vou ficar ate o final… se quiser ficar até as 23:00 da noite hoje eu fico essa materia ta BALA “de prata” …..!!!!

  3. 5 Fabio Elisio

    Desculpe a redundância agora que reparei que escrevi “23:00 da noite” foi mal ….rsrsrsrsrsrsr

  4. 6 Ivan Neves

    Acredito que a causa da diminuição das notas da retrospectiva foi devido ao seu pedido para evitar comentários que não acrescentassem algum valor, como por exemplo: “Nada a declarar!”

    • Espero que a galera não confunda as coisas. Tem que escrever o que quiser. Só pedi para não escrever “nada a declarar”, que nem foram tantos assim. Acho que é melhor deixar como foi no primeiro dia, bem livre mesmo.

      Se pode gerar uma interpretação de cause inibição, por menor que seja, é melhor que valha tudo (lá ele).

  5. 8 Ivan Neves

    Zyc, tenho realmente que fazer um login para baixar uma copia dos slides referente ao trabalho???

  6. 10 João Paulo (Babu)

    Zyc,

    A metodologia da avaliação está ótima, os critérios muito claros e o formato (mais uma vez colaborativo) demanda criatividade, ou seja, recursos além do que foram transmitidos em sala de aula. Você está trabalhando conhecimentos, habilidades e atitudes (conhecimentos sobre camadas, habilidades para construir um ‘produto’ levando em consideração toda experiência de vida do aluno e atitudes para querer fazer com base em sua própria experiência).

    Está muito bom o seu trabalho. Observei na avaliação (feedback) da aula que foi indicado para você reduzir a utilização dos termos técnicos. Provavelmente isso se deve por conta da heterogeneidade da turma. A escolha de um modelo flexível e colaborativo é a melhor solução para turmas com configuração mista e, nesse sentido, você acertou na mosca. Normalmente turmas de especialização são muito diversificadas. No ano passado dei dois módulos de uma pós-graduação lato sensu em psicologia social. Na turma você via tanto psicólogos, quanto administradores, assistentes sociais, enfermeiros, pedagogos, economistas… foi um pesadelo para lidar com os termos técnicos e com a própria referência bibliográfica.

    Acredito que o número de comentários reduziu por dois fatores fundamentais: 1º) na segunda avaliação as pessoas já perceberam melhorias do primeiro momento, 2º) os alunos começaram a se ajustar à dinâmica de trabalho o que implica na sensibilização para os pontos positivos da técnica pedagógica.

    Uma pergunta: você usa o keynote para fazer as apresentações? Tem um efeito que não encontro em nenhum outro lugar que é o das palavras grifadas (na pesquisa qualitativa chamamos de grifo de importância), onde os termos mais importantes são destacados automaticamente e ficam em tamanho, forma e cor diferente das demais.

    Seu trabalho está muito bom. Parabéns.

    Abraço,
    João

    • Não, eu não uso o Keynote.

      Basicamente uso três ferramentas em conjunto: recursos básicos do OpenOffice, muita paciência e altas doses de criatividade. Sou adepto da linha Presentation Zen (http://www.presentationzen.com/) mesmo antes de saber que ela existia 😀

      É comum me perguntarem se eu uso Keynote, Flash ou alguma ferramenta específica. Acho que isso merece um post em breve tentando explicar como faço para criar estas maluquices. Quem sabe em breve 😉


  1. 1 Aula 1 — Pós-graduação « Cleverson Sacramento
  2. 2 Aula 3 – Pós-graduação « Cleverson Sacramento
  3. 3 Aula 4 – Pós-graduação « Cleverson Sacramento
  4. 4 Aula 5 – Pós-graduação « Cleverson Sacramento
  5. 5 Resultado da avaliação – Pós-graduação « Cleverson Sacramento

E aí, o que você achou? Comenta aí...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s